• EB de Cruz

  • EB de Escudeiros

  • EB de Figueiredo

  • EB de Garapôa

  • EB de Guisande

  • JI de Lamas

  • Biblioteca Escolar

Copyright 2020 - AECeleirós

Ficamos em casa e agora?

Nesta altura em que todos temos que nos proteger, ficando em casa, é normal que as crianças / adolescentes experienciem alguma dificuldade de adaptação a esta situação totalmente nova e inesperada, que exige de todos um esforço para mantermos o nosso bem-estar e a nossa saúde mental.

 

Deixo aqui algumas dicas para os nossos alunos, pais e encarregados de educação:

- É normal poderem sentir-se tristes, ansiosos, frustrados, desanimados, sem vontade para nada… qualquer mudança nas nossas vidas gera instabilidade.

- Pensem que serão capazes de vencer esta fase.

- Manterem-se ativos é a melhor forma de passar o tempo: aproveitem-no bem, façam aquelas tarefas que não faziam porque não tinham tempo, organizem o quarto, leiam um livro, pesquisem temas que vos interessem, inventem uma receita.

- Acompanhem as tarefas escolares, testem novas formas de aprender, trabalhar, adquirir conhecimentos e aprendizagens. Não se esqueçam da escola.  Vocês são bons nas novas tecnologias, invistam em novas formas de aprendizagem, falem com os professores, façam trabalhos, assistam a aulas virtuais, coloquem as vossas dúvidas, organizem materiais, cadernos, etc.

- Definam objetivos para cada dia: pensem “O que vou fazer hoje?” Incluam tempo de estudo, descanso, atividades lúdicas, “convívio”.  É muito importante continuarem a falar com os vossos colegas, amigos, familiares, através das redes sociais (via skipe, snap, sms, face, insta).

Partilhem dúvidas, receios, novas conquistas, actividades diferentes que fizeram em cada dia.

- Descansem, façam atividades que vos deem prazer, ouvir uma música, fazer exercício físico, dançar, cantar…

- Mantenham uma rotina, não se acomodem ao “não fazer nada”, tentem acordar a uma hora certa, mesmo que com alguma flexibilidade, nesta fase. É importante mantermos os nossos ritmos biológicos, como dormir a horas certas, comer saudavelmente, ter hábitos de higiene, etc.

- Pensem neste momento como um período transitório, vai passar e voltaremos às nossas rotinas brevemente. Entretanto, vamos aprender novas formas de viver, comunicar…

- Não vejam notícias a toda a hora: mantenham-se informados, mas sigam os vossos objetivos para cada dia, cumpram as vossas rotinas.

Deixo-vos alguns documentos onde podem consultar mais dicas e sugestões que vos ajudem nesta fase, através das publicações da Ordem dos Psicólogos Portugueses acerca deste assunto.

Sempre que se sintam desanimados falem com alguém que vos ajude. Comigo podem sempre contar através do correio electrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.


A psicóloga,

Lara Santos

f t g m
Este sítio pode recorrer à utilização de Cookies durante a navegação. Ao navegar pelo sítio está a concordar com a utilização de cookies.