Copyright 2018 - AECeleirós

Clube de Música

Este Clube pretende ser um espaço de exploração de diversas formas de expressão musical, tanto vocal como instrumental. Tem como objetivo promover e ampliar os conhecimentos dos alunos relativamente aos vários tipos de música, dando a conhecer também a cultura musical portuguesa , com as suas características e instrumentos únicos. Terá, preferencialmente, dinâmicas de grupo, aproveitando os recursos, nomeadamente instrumental ORFF, da sala de Educação Musical.

Projeto Promoção e Educação Para a Saúde (PES)

O Projeto

A Saúde é um conceito fundamental, um recurso quotidiano que implica “um estado completo de bem-estar físico, social e mental e não apenas a ausência de doença ou enfermidade” (OMS, 1993). Dentro desta perspetiva, a Educação para a Saúde deve ter como finalidade a preservação da saúde individual e coletiva.
Em contexto escolar, educar para a saúde consiste em dotar as crianças e os jovens de conhecimentos, atitudes e valores que os ajudem a fazer opções e a tomar decisões adequadas à sua saúde, isto é, ao bem-estar físico, social e mental. A ausência de informação incapacita e/ou dificulta a tomada de decisão. Daí, a importância da abordagem da Educação para a Saúde em Meio Escolar que é fomentada e apoiada pela Lei n.º 60/2009 de 6 de Agosto e Portaria n.º 196-A/2010 de 9 de Abril, nas quais este projeto se baseia.
Este projeto pretende promover a Educação para a Saúde, nas suas diferentes vertentes, prevenindo a doença e promovendo hábitos de vida saudável, através de um conjunto de ações de sensibilização, informação e prevenção, dotando a Comunidade Educativa de um conjunto alargado de conhecimentos, atitudes e valores promotores da saúde.

Finalidades do Projeto

- Informar e consciencializar cada pessoa acerca da sua própria saúde no sentido de permitir a aquisição de competências que a habilitem para uma progressiva autorresponsabilização;
- Desenvolver a consciência cívica de toda a comunidade como elemento fundamental no processo de formação de cidadãos responsáveis, ativos e intervenientes;
- Fomentar o reconhecimento da saúde como um bem precioso que todos desejamos e devemos promover;
- Contribuir para uma tomada de consciência da responsabilidade individual ao nível da saúde como bem comum;
- Sensibilizar os diversos agentes da comunidade educativa para a necessidade da Educação para a Saúde e da Educação para a Sexualidade, fomentando a sua adesão e envolvimento neste projeto;
- Fomentar hábitos de vida saudável;
- Estimular o apreço pelo seu próprio corpo e pela conquista da saúde individual;
- Promover uma cultura de respeito e responsabilidade no campo da sexualidade;
- Promover a relação Escola–Família, Escola–Centro de Saúde e/ou outras instituições/recursos comunitários;
- Desenvolver vertentes de pesquisa e intervenção, promovendo a articulação dos diferentes conhecimentos disciplinares e não disciplinares.

 

Áreas temáticas

Alimentação saudável

Saúde oral

Consumos psicoativos

Violência

Cidadania

Sexualidade e Educação sexual

Segurança na Internet

Inclusão escolar

Prevenção da obesidade

Projeto de vida

Atividade física

 

Programas em desenvolvimento

PRESSE (Programa Regional de Educação Sexual em Saúde Escolar)

PASSE (Programa de Alimentação Saudável em Saúde Escolar)

PELT (Programa Escolas Livres de Tabaco)

 
GIAA

O GIAA é o Gabinete de Informação e Apoio ao Aluno. Este gabinete tem como principais objetivos prestar apoio e informação aos alunos, pais e encarregados de educação e docentes no âmbito da educação para a saúde, da promoção de atitudes, comportamentos e valores para uma vida saudável e do encaminhamento de casos de doença e distúrbios na saúde para as unidades de saúde competentes.

O GIAA iniciará as suas atividades no dia 25 de setembro e terá o apoio contínuo da Unidade de Cuidados da Comunidade (UCC) da Colina, disponibilizando uma enfermeira, a Sr. ª Enfermeira Helena Neto, que proporcionará o atendimento semanal, às terças-feiras, das 14h 00 às 16h 00.

Parcerias

Equipa de Saúde Escolar da Unidade de Cuidados da Comunidade (UCC) da Colina

Serviço de Psicologia e Orientação

Serviço Social   

Guarda Nacional Republicana

ETAE – Equipa Técnica de Articulação Educativa

Sexualidade em Linha - Linha do Professor

A Linha do Professor surge no contexto da inclusão da Educação Sexual na Escola e da necessidade de dar continuidade e/ou reforçar o trabalho já desenvolvido neste âmbito, por instituições e projetos cujos contributos se têm revelado determinantes para a promoção da saúde sexual e reprodutiva nas suas dimensões física, comportamental e afetiva. Avaliando as necessidades específicas dos profissionais de educação nesta área, a Sexualidade em Linha dispõe desde Abril de 2014, da Linha do Professor, linha de atendimento/aconselhamento técnico direcionada a todo o pessoal docente e outros agentes educativos que desejem trabalhar as questões ligadas à sexualidade.  
 
Objetivos:
Esclarecer e informar a comunidade educativa sobre a regulamentação e aplicação da lei sobre Educação Sexual nas escolas; 
Esclarecer, informar e orientar a comunidade educativa face ao desenvolvimento e aplicação do seu projeto no âmbito da Educação Sexual;
Informar e apoiar a comunidade educativa no esclarecimento de dúvidas e/ou questões junto dos/as jovens e na sinalização de eventuais situações com estes/as.
 
A Linha do Professor disponibiliza:
Consultoria face à aplicação dos projetos de educação sexual no contexto escolar;
Apoio técnico sobre educação sexual;
Informação sobre os recursos técnicos existentes e seu acesso;
Orientação para uma atuação profissional adequada face às questões dos/as jovens sobre sexualidade;
Encaminhamento para serviços no âmbito da Saúde Sexual e Reprodutiva, de acordo com a área geográfica;
Orientação no encaminhamento de casos sinalizados.
LINHA DO PROFESSOR

Sexualidade em Linha

A Sexualidade em Linha* é um serviço de informação/aconselhamento telefónico e resposta a Email sobre saúde sexual e reprodutiva destinado a jovens, mas que constitui também um recurso para a população em geral.  
A informação e aconselhamento disponibilizados cumprem critérios científicos rigorosos, com respeito pela opção religiosa, ética e moral de quem contacta, estando garantido o direito ao anonimato e confidencialidade.
Sempre que necessário, é feito encaminhamento para espaços de atendimento a jovens, consultas de planeamento familiar/ginecologia, consultas de psicologia, entre outras, em função da área de residência dos/as jovens.
A Sexualidade em Linha é um serviço eficaz para os/as jovens, promove escolhas livres e informadas, aumenta e consolida a aquisição de comportamentos sexuais seguros, saudáveis e responsáveis.  
Ao contribuir para a resposta a necessidades não resolvidas em Saúde Sexual e Reprodutiva, numa óptica de prevenção e promoção da saúde, a Sexualidade em Linha é um recurso que a comunidade educativa pode disponibilizar aos/às jovens, em situações que requerem o esclarecimento, orientação e encaminhamento nesta área.
Temas:
Relações interpessoais | Relações de namoro;
Questões sobre desenvolvimento / crescimento;
Ciclo menstrual;
Relacionamento sexual;
Métodos contracetivos;
Infeções sexualmente transmissíveis;
Orientação sexual | Questões de género;
Bullying | Violência no namoro | Violência sexual;

 
* Este serviço nasceu a 1 de Junho de 1998, de um protocolo celebrado entre o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), e a Associação para o Planeamento da Família (APF). Lei n.º 3/84 de 24 de Março relativa à Educação Sexual e ao Planeamento Familiar e Portaria n.º 370/98, de 19 de Março que atribui ao então Instituto Português da Juventude a competência de instituir uma linha telefónica para informação aos jovens nas áreas da Educação Sexual e Planeamento Familiar.


SEXUALIDADE EM LINHA

Brigada da Floresta de Celeirós premiada em Pombal

brigadafloresta2018No dia 4 de outubro, quinta-feira, encontramos novamente as várias Eco-escolas do concelho de Braga, junto à nossa escola sede, a EB 2 e 3 de Celeirós para rumarmos todas juntas até Pombal.

A viagem correu muito bem com a orientação do motorista muito calmo e simpático. Durante o caminho a Luísa, representante dos alunos do pré -escolar brilhou com o seu espetáculo de sombras chinesas e nós ficamos maravilhados com a sua imaginação e os seus dotes artísticos.

Ler mais: Brigada da Floresta de Celeirós premiada em Pombal

Eco-Escolas

ecoescolas1ecoescolas2
ecoescolas3







Projeto Eco-Escolas é um projeto vocacionado para a educação ambiental, para a sustentabilidade e para a cidadania, que a Fundação Ambiental (FEE) implementa em vários países, desde meados dos anos 90.


Âmbito

Implementado em Portugal pela Associação Bandeira Azul da Europa, desde o ano letivo 1996/1997, contava no ano 2000 com cerca de 100 escolas galardoadas, tendo o ritmo de crescimento sido de cerca de 100 escolas/ano a partir dessa altura. Em 2018 o número de escolas inscritas foram 1625 e neste universo foram galardoadas 1438 com uma taxa se concretização de 71,4%.

Objetivos
O Projeto está orientado para a implementação da Agenda 21 ao nível local, visando a aplicação de conceitos e ideias de educação e gestão ambiental à vida quotidiana da escola.
As ações concretas desenvolvidas pelos alunos e por toda a comunidade educativa, proporcionar-lhes-ão a tomada de consciência que simples atitudes individuais podem, no seu conjunto, melhorar o ambiente global.
Aos estudantes é-lhes dirigido o desafio de se habituarem a participar nos processos de decisão e a tomarem consciência da importância do ambiente no dia-a-dia da sua vida pessoal, familiar e comunitária.
O Projeto procura igualmente, estimular a criação de parcerias locais entre a escola e as autarquias, procurando contribuir para um maior envolvimento e participação em todo o processo, dos municípios, empresas, órgãos de comunicação social, ONGA’s e outros agentes interessados em contribuir para o Desenvolvimento Sustentável.

Destinatários
Destina-se fundamentalmente, às escolas do ensino básico (do ensino pré-escolar ao 3º ciclo) podendo no entanto ser adaptado e implementado noutros graus de ensino.
Visa encorajar ações e reconhecer o trabalho desenvolvido pela Escola em benefício do ambiente.


Atividades

1.º período

- Galardão das Eco-escolas em Pombal
- 1º Conselho das Eco-escolas em 31 de outubro


- Limpeza do Rio Este a 9 de novembro
- Auditoria Ambiental nos temas: água, resíduos, energia, Florestas
-Aula de campo nas turmas do 5º ano e monitorização do rio Este em outubro


- Semana Europeia da Prevenção de resíduos em novembro
- Reflorestação do Picoto a 23 de novembro
- Participação no concurso Eco-Natal
- Palestra sobre alimentação saudável e biológica para os 6º anos a 25 deoutubro
- Participação no calendário 2019 da C.M.B pelas turmas do 2º ciclo

2.º período
- Participação no congresso das Eco-escolas
- 2º Conselho das Eco-escolas
-Visita à Braval para os meninos do 3º ano a 27 de fevereiro

3.º período
- Palestra sobre Poupança de energia para os 8º anos em maio
- Participação no concurso " Escola mais verde"
- Participação no concurso Eco- código 2019


Metodologia
A proposta às escolas consiste na adopção de uma metodologia de trabalho (simplificadamente denominada por 7 passos).
Seguindo uma metodologia constituída inspirada na Agenda 21 que de forma simplificada se enuncia em 7 passos: conselho eco-escolas; auditoria ambiental; plano de ação; monitorização/avaliação; trabalho curricular; divulgação à comunidade; eco-código.
Em termos temáticos deverão ser tratados por todas as Eco-Escolas os temas base: água, resíduos, energia e ainda, complementarmente: biodiversidade, agricultura biológica e mobilidade sustentável. Uma escola que pretenda ser reconhecida com a Bandeira Verde Eco-Escolas deverá apresentar a sua candidatura na qual demonstrará que seguiu a metodologia proposta; concretizou o seu plano de ação e realizou atividades no âmbito dos temas-base (água, resíduos e energia) e tema do ano “ Floresta”.


No dia 4 de outubro na cerimónia em Pombal, a escola recebeu o prémio no concurso Brigada da Floresta que consistiu numa máquina fotográfica Nikon e um conjunto de materiais para trabalhar na floresta ( guia de campo, coletes refletores, puzzles , jogos ) e um grande diploma que nos fez corar de orgulho.

Clube de Xadrez

 ClubeXadrezÂmbito
É um espaço lúdico que constitui um verdadeiro instrumento educacional, estimulando o espírito competitivo, a capacidade de raciocínio e a autoconfiança do jovem. Permite desenvolver faculdades relacionadas com a ponderação, análise e decisão no sentido de solucionar problemas. Desta forma, é possível aprimorar capacidades que possibilitem a melhoria das aprendizagens noutras áreas didáticas.
No Agrupamento de Escolas de Celeirós, designadamente na sua sede, Escola Básica do 2º e 3º Ciclos de Celeirós, existe um espaço onde funciona o Clube no presente ano letivo. Embora com um horário reduzido, a sua atividade tem conhecido desde o seu aparecimento, uma grande recetividade por parte dos alunos que entre si disputam partidas entusiasmantes.

  Atividades
Todos os anos se realizam torneios muito disputados, internos ou noutras Escolas (ex. Alberto Sampaio, D. Maria II) onde já é tradição a nossa escola participar com bastante sucesso, estimulando assim ainda mais o espírito competitivo dos alunos, a sua experiência, socialização e o seu interesse crescente pela prática do Xadrez.


Objetivo
Cativar o maior número de alunos para a prática de uma modalidade lúdica de estratégia e reflexão. Nesse sentido, o convite de visita e participação nas atividades do Clube estará sempre aberto a todos os interessados! 


O XADREZ desenvolve a inteligência! Aparece, conhece, experimenta…

Apresentação do CLUBE – Desporto Escolar (DE)

O Desporto Escolar do Agrupamento de escolas de Celeirós divide-se em três partes: 1 – Atividade Externa; 2 – Atividade Interna e 3 – Outras atividades.

Na atividade externa desenvolvemos cinco grupos/equipas com competições externas e treinando semanalmente (3x50’/modalidade), a saber: Voleibol Infantil Feminino, orientado pelo professor Rui Silva, às terças-feiras e sextas-feiras (final do dia); Voleibol Infantil Masculino, orientado pela professora Margarida Castro, às terças-feiras e quintas-feiras (final do dia); Voleibol Iniciados Masculino, às terças-feiras e quintas-feiras (final do dia), orientado pelo professor Francisco Fernandes; Desporto Adaptado, terças-feiras de manhã e quintas-feiras (final do dia), orientado pelo professor Álvaro Barbosa e 2 grupos de BTT, orientados pelo professor Miguel Soares, às terças-feiras, quintas-feiras e sextas-feiras, sempre ao final do dia.

Na atividade interna desenvolvemos o Ténis de Mesa (1 x 50’). Esta atividade é desenvolvida pelo professor Rui Silva de EF para os alunos que gostem desta modalidade possam praticar e aprender mais sobre a mesma. (não competem fora da escola).

Outras atividades organizadas ainda pelo Desporto Escolar são os corta mato (nível escola, para os nossos alunos) e o corta mato distrital (organizado pelo CAE de Braga para os alunos apurados de todas as escolas do Concelho).





O coordenador do Desporto Escolar: Rui Silva

Subcategorias

f t g m
Este sítio pode recorrer à utilização de Cookies durante a navegação. Ao navegar pelo sítio está a concordar com a utilização de cookies.